1/18

A casa Boreal está localizada em um condomínio fechado no bairro Abranches, zona norte de Curitiba. O lote, com sete metros de largura e dezoito metros de profundidade, tem casas coladas nas duas laterais.

 

Esta residência é um empreendimento para comercialização e a premissa dos incorporadores era criar um produto com um bom espaço externo, luz e insolação qualitativas, além de cumprir o mínimo do programa básico para uma família de 4 pessoas.

 

Buscamos a identidade deste projeto na sua relação com o bairro. Partindo da história dos seus imigrantes e do desenho básico das antigas casas, chegamos a um volume simples, com telhado de duas águas e revestimento de madeira.

 

O programa de projeto divide-se em três pavimentos: térreo, superior e sótão. São 167,92m2 de área total construída.

 

No térreo, a garagem semicoberta para dois carros é a primeira extrusão de um volume puro, deixando a sensação de que a casa se apoia nos vizinhos laterais. O quaradouro e lavanderia, encontram-se ao lado da garagem, buscando o sol da manhã e deixando o pátio dos fundos livre. Pelo acesso frontal temos um pequeno lavabo à esquerda e a cozinha aberta à direita. Pelo acesso principal temos um pequeno lavabo à esquerda e a cozinha aberta à direita. A escada está no plano lateral da planta, deixando a área social - composta de cozinha, estar, jantar, jardim e churrasqueira - totalmente integrada, totalizando 65m².

 

No segundo pavimento encontram-se a suíte e dois quartos. A segunda extrusão do volume cria um vazio que permite a ventilação nos dois banheiros do pavimento. A suíte, a leste, recebe o sol da manhã e o melhor visual do terreno. Os outros dois quartos, amplos e ventilados, têm fachada oeste. Na circulação foi previsto espaço para rouparia e o banheiro dos quartos possui boudoir, permitindo usos simultâneos. 

 

No sótão, as últimas extrusões recortam o telhado, criando-se uma sacada de um lado e uma floreira do outro, que garantem a ventilação cruzada do ambiente. Sobre a escada há iluminação zenital que permite a entrada de luz em todo o pavimento, o qual pode ter uso de escritório, home theater, brinquedoteca, sala de música... 

 

Apesar do sistema construtivo convencional, de alvenaria e estrutura de concreto, buscou-se aplicar elementos qualitativos para o conforto térmico e visual da casa. As telhas são metálicas tipo sanduíche brancas, reduzindo a absorção de calor; as esquadrias de alumínio são desenhadas cuidadosamente para aproveitar as visuais e entradas de luz e calor; e o revestimento de madeira autoclavada cria uma camada de proteção e sombreamento da alvenaria, equilibrando a variação térmica dos ambientes.

Casa Boreal

Curitiba | PR

Área construída: 167,00m ²

Obra concluída - 2020

Fotografia: Paula Morais